• 26 de maio de 2019

Missa é dedicada ao Ano da Vida Consagrada

“A história da Igreja no Brasil ainda haverá de ser escrita com o olhar da vida consagrada”, disse o arcebispo de Porto Alegre (RS), dom Jaime Spengler, durante a missa dedicada ao Ano da Vida Consagrada, neste sábado, 18 de abril.

Após recordar as diversas expressões de consagração, dom Jaime, que é também referencial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a Vida Consagrada, ressaltou que os consagrados têm deixado marcas profundas no processo evangelizador nas terras de Santa Cruz por meio da fidelidade, ousadia, profecia e esperança. Disse que os consagrados são peritos em comunhão e estão sempre em saída, em direção às periferias existenciais.

Lembrou que, neste ano dedicado à Vida Consagrada, o papa Francisco provoca os consagrados “a despertar o mundo, com o testemunho de comunhão, com atitudes e gestos, autênticas expressões de alegria, pela simplicidade no viver e conviver, com verdadeira disposição de tocar o mundo, às vezes chagado, com ternura e alegria”. Para o arcebispo, os consagrados devem “testemunhar a alegria de quem se sente feliz por ter sido encontrado pelo Senhor”, bem como interrogarem-se sobre o que “Deus e a humanidade pedem”.

A missa dedicada ao Ano da Vida Consagrada faz parte da programação da 53 Assembleia Geral da CNBB e contou com a presença de consagrados de diversas expressões.  Foi presidida por dom Jaime e concelebrada pelo bispo de Toledo (PR), dom João Carlos Seneme, e pelo bispo auxiliar de Vitória (ES), dom Rubens Sevilha. Participaram da procissão de entrada os bispos referenciais para os religiosos nos regionais.

Convocado pelo papa Francisco, o Ano da Vida Consagrada iniciou em 30 de novembro de 2014 e prosseguirá até 2 de fevereiro de 2016

 

Paróquia Nossa Senhora de Nazaré

Ler anterior

Bispos enviam carta ao papa Francisco

Ler próximo

Bispos participam de homenagem aos 50 anos do encerramento do Concílio Vaticano II

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *